16 coisas que eu queria saber quando comecei na área de produtos.

Se eu soubesse dessas 16 coisas quando comecei como gerente de produto, não teria me estressado tanto, teria me concentrado nas coisas certas e teria criado um impacto ainda mais significativo do que já criei. Aqui está sua chance de aprender em 5 minutos o que levei algum tempo para aprender.

1 – Você pode se considerar o “CEO do produto”.

Mas, na maioria das vezes, você receberá ordens de todos. Não se preocupe com isso. Você ainda está aprendendo. Faça perguntas e entenda o “porquê” de cada pedido.

2 – Você acha que outros product managers/product owner/digital analysts são “sociais demais” quando passam uma quantidade significativa de tempo falando com os Stakeholders.

Eles estão construindo relacionamentos – relacionamentos que permitem que você envie produtos significativos e tenha sucesso. Goste ou não, você deve fazer o mesmo.

3 – Você aprecia o valor de uma boa comunicação, mas raramente faz algo a respeito.

Desde o início invista na melhoria da sua comunicação. Continue fazendo isso todos os dias. No último mês de agosto, fiz o curso de oratória da Escola Conquer, e achei incrível. Recomendo!

4 – Você não sabe o próximo passo. E isso assusta!

Está tudo bem. Você não está sozinho. Aceite, mas tente encontrar as pessoas certas e peça ajuda.

5 – Você será confrontado pelas pessoas por causa de quão importantes elas são ou como elas falam (alto, agressivamente).

Não os tema. Em vez disso, construa relacionamentos e adquira mais conhecimento. Crie confiança para compartilhar e defender seus pontos de vista, não importa quem seja o público.
Em um dos nossos episódios do podcast, falamos sofre o efeito HIPPO Highest Paid Person’s Opinion. Ouça aqui!

6 – Você se concentra em uma micro-meta, sem saber se (e como) isso contribui para as metas da empresa.

Isso NÃO é bom, mesmo no início. Converse com seu gerente (e outros Stakeholders) para entender o foco da empresa para os próximos 3/6/12 meses. Trabalhe em tarefas que se alinham com os objetivos maiores.

7- Você não quer pedir ajuda!

Porque você pensa nisso como um sinal de fraqueza. Você está errado.
Barack Obama faz isso, você também deveria.

“Não tenha medo de fazer perguntas. Não tenha medo de pedir ajuda quando precisar. Eu faço isso todos os dias. Pedir ajuda não é um sinal de fraqueza, é um sinal de força. Isso mostra que você tem a coragem de admitir quando você não sabe algo e de aprender algo novo.”

8 – Você dirá “Sim” para parecer educado, e não dirá “Não” porque tem medo de conflitos.

Isso tornará sua vida (como alguém da área de produtos) desafiadora e seu roadmap ficará abaixo do padrão. Não diga sim, a menos que você realmente queira. Diga não, mas ajude-os a entender a razão de dizer sim a alguns itens e não a outros.

9 – A maioria de suas responsabilidades exigirá que você saia de sua zona de conforto.

Não tenha medo. Valorize essas oportunidades, porque: Saia da sua zona de conforto para fazer grandes coisas!

10 – Você vai duvidar de si mesmo porque não tem todas as respostas.

A famosa síndrome do impostor! Deixo esse artigo da BBC, que você pode ler clicando AQUI, onde é mostrado o lado bom e ruim dessa síndrome.
De toda forma, invista tempo para conhecer seu negócio e produto melhor (do que qualquer outra pessoa). Identifique pessoas e recursos que podem ajudá-lo a adquirir o conhecimento necessário.

11 – Você vai esperar o feedback dos outros para descobrir seus pontos fortes e fracos.

Em vez disso, crie uma lista das habilidades necessárias de product management e se classifique em cada uma delas. Em seguida, busque ajuda para melhorar as áreas onde você carece. Faça isso antes mesmo de começar na área.

12 – Você não saberá como comparar velocidade e qualidade.

Na dúvida, escolha a velocidade. Pelo menos você vai falhar rápido e aprender rápido.

13 – Você não usará seu tempo com sabedoria.

Você participará de reuniões e conversas que não estão no caminho crítico para o sucesso. Trate seu tempo como você trata seu dinheiro. Gaste com sabedoria, focando apenas em tarefas que tenham um alto ROI.

14 – Você vai analisar muito! E analisar muito tudo!

Como em qualquer coisa que começamos, temos medo tomar decisões críticas. Então, você tenta pensar em todas as coisas possíveis que podem dar errado. Encontre maneiras melhores e mais rápidas de aliviar os riscos. Converse com outras pessoas que são mais experientes, aprenda com os sucessos / fracassos anteriores. Não tenha pressa, mas encontre a combinação certa entre análise e intuição.

15 – Seus roadmaps (e planos) mudarão. Muitas vezes. Isso pode desmotivar você.

Não se apegue ao seu roadmap. Em vez disso, mantenha-se fiel a seus objetivos maiores. Isso o ajudará a entender a razão para a maioria das mudanças.

16 – Você terá dificuldade em convencer (com propriedade) seu time dev e não saberá o que fazer.

Invista em nutrir genuinamente a relação PM/PO/DA-DEV. É crucial. Seja transparente, compartilhe o contexto e seja aberto e receptivo às suas opiniões.
Espero que este guia o ajude a se tornar um profissional de produto melhor. Se você gostou, por favor, compartilhe com seus amigos.